Patos 112 anos

No aniversário de 112 anos da cidade de Patos, o município ganhou a maior publicação sobre sua história, um livro com 620 páginas, enfocando todos os seus setores, desde o século XVI até os dias atuais. A matéria especial, veiculada pela TV Paraíba, também faz referências a referida publicação.

2 comentários sobre “Patos 112 anos

  1. Osvaldo Duda Ferreira diz:

    9 de outubro de 2016 at 01:56

    Seu comentário está aguardando aprovação

    Lacrimejam-me os olhos, ante a minha agudíssima sensibilidade, quando vêm à minha já conflagrada mente, as brilhantes aulas de Geografia transmitidas a todos nós componentes da Turma de (1947/1950) pelo eminente Mestre Manoel de Sousa Oliveira, àquela época, integrando o cintilante e luzidio Corpo Docente do “Ginásio Diocesano de Patos”, sob o comando diretivo do imensurável orador sacro Monsenhor Manoel Vieira, secundado, ainda, pelo poliglota Padre Joaquim Ferreira de Assis – Inspetor Federal do Ensino, daquela inesquecível e imorredoura Instituição educacional. Dali emergiu u´a multiplicidade de profissionais liberais, inclusive eu, na condição de Juiz de Direito, servindo ao Poder Judiciário do meu País, por mais de trinta nos.

  2. Jornalista Damião Lucena: Meus sinceros cumprimentos de conterraneidade.
    Em momentos de solidão, oportunizando-me vez para reflexionar sobre o meu passado de estudante do Ginásio Diocesano de Patos, sob o comando do Monsenhor Manoel Vieira, lembrei-me das aulas do inolvidável professor Manoel de Sousa Oliveira (Geografia), vislumbradas como um misto de chacotas e seriedade, levando toda a classe a intensíssimos momentos de anarquia e gracejo. “Bocório” era o vocábulo do seu costume.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *